Sistema de Alerta de Viagens da Região Administrativa Especial de Macau oficialmente em vigor


2017-03-07 10:30
Fonte: Gabinete de Gestão de Crises do Turismo
 
O “Sistema de Alerta de Viagens da Região Administrativa Especial de Macau”, aprovado e publicado através do Despacho do Chefe do Executivo n.o 26/2017 entra hoje (dia 7 de Março) em vigor. Compete ao Gabinete de Gestão de Crises do Turismo (GGCT) gerir o referido Sistema de Alerta de Viagens.
 
O estabelecimento do Sistema de Alerta de Viagens da RAEM tem por objectivo permitir de forma fácil e oportuna difundir informação relativa a situações de crise, emergência ou catástrofe que afectem diferentes partes do mundo, de modo a sensibilizar a população e facilitar a sua tomada de decisão aquando das suas deslocações ao exterior.
 
O Sistema de Alerta de Viagens cobre os 77 países ou destinos de viagem mais procurados pelos residentes de Macau, categorizado em três diferentes níveis e identificados pelos números 1, 2 e 3.
 
O nível 1 representa o surgimento de uma ameaça à segurança pessoal. Os residentes de Macau que planeiem viajar ou que se encontrem no destino, devem estar em alerta quanto à sua segurança pessoal. É sugerido que se mantenham atentos e que acompanhem o desenvolvimento dos acontecimentos.
 
O nível 2 representa um aumento da ameaça à segurança pessoal. Os residentes de Macau que planeiem viajar ou que se encontrem no destino, devem reconsiderar a viagem neste momento. É sugerido que se evitem viagens não essenciais.
 
O nível 3 representa que a ameaça à segurança pessoal é extrema. Os residentes de Macau que planeiem viajar ou que se encontrem no destino, devem estar cientes da gravidade da situação e da assistência oficial que pode ser prestada. É aconselhado que se evite viajar e, em determinadas situações serão aconselhados pelo Gabinete de Gestão de Crises do Turismo (GGCT) a abandonar o destino.
 
Considerando as situações de segurança incluindo mas não limitado ao novo tipo de terrorismo, condições meteorológicas adversas, questões de segurança, conflitos políticos ou questões relacionadas com a saúde pública, o GGCT emite Alerta de Viagem - Nível 1 para 5 países e Nível 2 em relação a 2 países:

 

Nível Países/Destinos Medidas de Protecção
 

Evite viajar: O nível de ameaça à segurança pessoal é extremo. Os residentes de Macau que planeiem viajar ou que se encontrem no destino, devem estar cientes da gravidade da situação e da assistência oficial que pode ser prestada. É aconselhado que se evite viajar e, em determinadas situações serão aconselhados pelo Gabinete de Gestão de Crises do Turismo a abandonar o destino. 

Egipto
Turquia

Reconsidere viagens não-essenciais: O nível representa um aumento da ameaça à segurança pessoal. Os residentes de Macau que planeiem viajar ou que se encontrem no destino, devem reconsiderar a viagem neste momento. É sugerido que se evitem viagens não essenciais.

Bélgica
França
Israel
Nepal
Tunísia

Tenha atenção: O nível representa o surgimento de uma ameaça à segurança pessoal. Os residentes de Macau que planeiem viajar ou que se encontrem no destino, devem estar em alerta quanto à sua segurança pessoal. É sugerido que se mantenham atentos e que acompanhem o desenvolvimento dos acontecimentos. 

 

Os residentes de Macau podem consultar o Sistema de Alerta de Viagens em vigor, bem como outras informações relevantes, na página electrónica do GGCT, através do seguinte endereço: www.ggct.gov.mo, de modo a planearem com cautela os seus itinerários.
 
O Gabinete de Gestão de Crises do Turismo relembra que o Sistema de Alerta de Viagens funciona apenas como um indicador relativo aos estados de emergência por forma a consciencializar e sensibilizar cada indivíduo em matéria de auto-protecção, não constituindo uma garantia de segurança. O Sistema de Alerta de Viagens não tem carácter proibitivo, cabendo a cada indivíduo a decisão de viajar ou de ajustar o seu plano de viagem de acordo com as informações disponibilizadas.
 
Com a implementação do Sistema de Alerta de Viagens, o GGCT recomenda aos residentes de Macau antes de viajarem a adquirirem atempadamente seguro de viagem, com opção de cobertura para o Sistema de Alerta de Viagens da RAEM, evacuação médica de emergência internacional, bem como verificarem com as suas seguradoras em caso de dúvida sobre os termos e condições da sua cobertura.
 
Caso necessário, os residentes de Macau podem contactar com:
Linha Aberta para o Turismo - 24 Horas +853 2833 3000;
Embaixada e Consulados da China ou o Centro de Emergência Global para Protecção Consular e Serviços do Ministério dos Negócios Estrangeiros Linha Aberta 24 horas: +86 10 12308 para assistência.
 
--Fim--