GGCT apela às pessoas sem planos de saída do Japão para fornecerem dados de contacto


2011-03-18 18:21

Fonte : Gabinete de Gestão de Crises do Turismo

O Gabinete de Gestão de Crises do Turismo (GGCT) aconselha a população de Macau a não viajar para o Japão, apelando aos residentes, que não tencionam sair ainda do Japão, para forneceram dados de contacto, o mais breve possível, para um apoio mais rápido e eficaz em caso de necessidade.

 

Tendo a conta a gravidade e incertezas da situação decorrente do incidente da central nuclear nipónica de Fukushima, o GGCT continua a contactar, via SMS e outras, com mais de 70 utentes de telemóveis de Macau com serviços de roaming no Japão, disponibilizando informação actualizada e apoio, de acordo com vontade e situação de cada um.

 

 

E, apela aos residentes, que ainda não têm planos para sair do Japão nos próximos tempos, para enviarem dados de contacto, o mais breve possível, incluindo números de telefone, morada no Japão e endereço electrónico, para: info@ggct.gov.mo.

 

Entretanto, já esta a funcionar uma linha de consulta da rede telefónica do Japão, para informações aos residentes de Macau que ainda se encontram no país, com serviço nas línguas inglesa e japonesa e o seguinte número: 09027490386 (chamadas feitas dentro do Japão) e 819027490386 (chamadas feitas a partir de Macau).

 

O GGCT continuará a prestar toda a ajuda possível, incluindo a quem tem planos de regresso a Macau, desaconselhando a população local a viajar, por ora, para o Japão, recordando que os interessados podem continuar a utilizar, também, a linha aberta do turismo: (+853) 2833 3000.

 

Entretanto, o Ministério dos Negócios Estrangeiros, através da Embaixada no Japão, criou um novo serviço de contactos de emergência (24 horas) e informações para os cidadãos que se encontram no Japão: 03-3403-3388, extensões 8881, 8882 e 8712.

 

O mesmo gabinete permanece em contacto com o Comissariado dos Negócios Estrangeiros, o sector do turismo e serviços competentes da RAEM, além das representações da Direcção dos Serviços de Turismo (DST) no Japão, para acompanhar e inteirar-se sobre a situação mais actualizada no Japão, após o violento sismo que atingiu a costa nordeste do país e o consequente incidente na central nuclear de Fukushima.

 

O Gabinete apela ainda às pessoas de Macau, que estão no Japão, para ficarem atentas às indicações de segurança do governo nipónico, tomando as precauções necessárias para garantia da segurança pessoal.

 

Até às 17h00 de hoje (18 de Março) o GGCT contabiliza já um total acumulado de 297 pedidos de informação, dois dos quais através da respectiva linha de emergência no Japão, sendo os mais recentes relacionados, principalmente, com a actualidade no Japão e a situação dos transportes aéreos.

 

Para mais informações, os interessados podem ainda consultar o portal do Governo da RAEM: http://www.gov.mo/

 

 

(Tradução do GCS)

 



-- Fim --