GGCT informa residentes de Macau no Japão sobre plano de evacuação das zonas de calamidade


2011-03-15 20:26

Fonte : Gabinete de Gestão de Crises do Turismo

 

A Embaixada da China no Japão emitiu hoje (15 de Março), ao final da tarde, um comunicado de emergência para evacuação de cidadãos chineses que, com base nos princípios da mais elevada responsabilidade de salvaguarda da segurança pessoal, permite às pessoas, incluindo os residentes de Macau, optarem pela saída das zonas de maior calamidade (Miyagi, Fukushima, Ibaraki e Iwate).

 

O Gabinete de Gestão de Crises de Turismo (GGCT) apela a todos os residentes de Macau, que se encontram nas áreas acima indicadas, para se manterem em contacto com Macau e comunica que todas as informações urgentes e necessárias serão transmitidas, via SMS, às pessoas que se encontram no Japão, com telemóvel da rede de Macau. Em caso de necessidade, os interessados podem ainda telefonar para a linha aberta de turismo 853-28333000.

 

Texto integral do comunicado do Ministério dos Negócios Estrangeiros, divulgado a 15 de Março de 2011:

 

"Desde a ocorrência do grande sismo na zona nordeste do Japão, a Embaixada da China no país envidou todos os esforços para ajudar os cidadãos chineses atingidos. Com base no princípio da mais elevada responsabilidade de salvaguarda da segurança dos cidadãos, o Ministério dos Negócios Estrangeiros aconselha que sejam evitadas todas as deslocações para as zonas mais atingidas pela catástrofe no Japão.

 

O Ministério dos Negócios Estrangeiros, a Embaixada no Japão e o Consulado Geral em Niigata vão tomar de imediato todas as medidas e accionar todos os meios possíveis para programar a evacuação, de forma ordenada, dos cidadãos chineses que ainda se encontram nas zonas catastróficas.

 

A Embaixada e o Consulado Geral em Niigata têm já um plano organizado de transporte em grandes autocarros a partir de determinados locais definidos em Miyagi, Fukushima, Ibaraki e Iwate, para retirar os cidadãos e levar, todos que optem por regressar ao país, para os aeroportos de Narita e Niigata, respectivamente.

 

( Tradução do GCS)



-- Fim --