Alerta sobre a segurança turística na Tailândia


2013-11-27 00:00

Fonte : Gabinete de Gestão de Crises do Turismo

Tendo em conta a recente situação de segurança na Tailândia, o Departamento de Assuntos Consulares do Ministério dos Negócios Estrangeiros da R.P.C. e a Embaixada da República Popular da China na Tailândia alerta os cidadãos chineses que se encontrem ou tencionem deslocar-se a Banguecoque, para terem atenção à segurança e riscos, com o seguinte texto integral:

“Desde Novembro que tem ocorrido manifestações de grande escala em certas zonas de Banguecoque, capital da Tailândia. As manifestações centram-se principalmente nas zonas perto da Praça do Monumento de Democracia de Banguecoque e de alguns departamentos do governo. Os manifestantes ocuparam departamentos do governo tais como o Ministério das Finanças da Tailândia e o Ministério dos Negócios Estrangeiros. O governo tailandês anunciou recentemente a extensão dos regulamentos de segurança nacional em Banguecoque e nas suas proximidades, para reforçar as medidas de segurança.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros e a Embaixada da República Popular da China na Tailândia alerta os cidadãos chineses que estejam ou que pretendam ir a Banguecoque em breve, para evitarem deslocar às zonas em manifestações acima indicadas, reforçarem as medidas de segurança e assegurarem a protecção pessoal.

Se necessário, poderão pedir assistência contactando os serviços consulares da Embaixada da República Popular da China na Tailândia, através do telefone: 0066-854833327 (chamadas na Tailândia: 0854833327).”

 

O GGCT acompanhará de perto o desenvolvimento da situação, alertando os cidadãos de Macau que estão em Banguecoque ou aqueles que tencionem deslocar-se ao país, para estarem atentos à situação de segurança local, evitarem as zonas de manifestações acima indicadas, reforçarem as medidas de prevenção e de segurança, no sentindo de garantir a sua própria segurança.

De acordo com as informações fornecidas pela indústria turística de Macau, encontram-se actualmente no local, 6 grupos de excursões com aproximadamente 95 membros.

 

Até ao momento, o GGCT recebeu 3 chamadas de inquérito, não tendo recebido qualquer pedido de ajuda. Em caso de necessidade, os residentes de Macau poderão ligar para a Linha Aberta-24 Horas do Turismo (853) 2833 3000 ou contactar a Embaixada da República Popular da China na Tailândia, para assistência.

 


-- Fim --