GGCT vai fazer o possível para ajudar os 99 estudantes de Macau retidos no aeroporto de Londres


2010-12-21 20:38

Fonte : Gabinete de Gestão de Crises do Turismo

Devido ao mau tempo que se tem registado na Europa, o aeroporto de Londres cancelou ou adiou várias ligações aéreas. Depois dos contactos efectuados pelo Gabinete de Gestão de Crises do Turismo (GGCT) e a representação da Direcção de Serviços de Turismo (DST) em Inglaterra, até ao momento, foi possível obter dados sobre os 99 estudantes de Macau com passagens aéreas e que ficaram retidos no aeroporto de Londres. As autoridades vão apoiar no que fôr necessário.

 

O pessoal da representação da DST em Inglaterra, deslocou-se às zonas de descanso providenciadas pelas companhias aéreas em hotéis para contactar com os estudantes de Macau retidos e tomar conhecimento da situação dos mesmos e prestar o apoio consoante as necessidades de cada um.

 

De entre estes 99 estudantes, 77 possuem passagens aéreas da companhia Cathay Pacific. O GGCT já enviou a lista à respectiva companhia aérea para solicitar apoio. Cinquenta estudantes deste grupo encontram-se com os restantes passageiros da mesma companhia aérea em hotéis perto do aeroporto, onde podem repousar e aceder a refeições, enquanto aguardam vaga para embarcar. Alguns, ainda deste grupo, regressaram a casa de famílias que os acolhem como estudantes ou de familiares. Contudo, a situação de alguns desses estudantes está a ser acompanhada.

 

Entretanto, os restantes 17 estudantes com passagens de diferentes companhias aéreas, segundo informação recebida pelo GGCT, já conseguiram reservar lugar em aviões que deverão partir nos próximos dois dias.

 

Existem ainda cinco casos, mais recentes, que estão a ser acompanhados.

 

O GGCT vai continuar a contactar com a Cathay Pacific de Hong Kong para actualizar os dados dos residentes de Macau que se encontram em Inglaterra e solicitam apoio, bem como ficar a conhecer o ponto de situação. Além disso, vai continuar a acompanhar a situação actualizada dos estudantes retidos, com o objectivo de prestar o devido apoio.

 

Relativamente a excursões, o GGCT mantém contactos estreitos com o sector do turismo, a fim de conhecer a situação dos residentes de Macau que integram excursões. Actualmente, sabe-se que 18 residentes de Macau que participam em várias excursões de Hong Kong, cujo apoio é dado pelas agências de viagens.

 

O GGCT vai continuar a comunicar com a Embaixada da China em Inglaterra, autoridades de segurança de Hong Kong, Comissariado do Ministério dos Negócios Estrangeiros na RAEM, sector de turismo de Macau e companhias aéreas, no sentido de se inteirar da situação mais actualizada.

 

Relativamente à retenção de pessoas no aeroporto de Londres, o GGCT recebeu até às 17h30 de hoje, um total de 53 chamadas telefónicas de pedidos de apoio e cinco de pedido de informação, distribuídas da seguinte forma, hoje, registaram-se 35 chamadas de pedido apoio e três de pedido de informação, ontem 18 chamadas de pedido de apoio e duas de informação.

 

O GGCT apela aos residentes de Macau afectados ou que tenham familiares ou amigos nesta situação para em caso de emergência ligar para os seguintes números:

 

- Linha Aberta (+853) 28333000

- Representação da Direcção dos Serviços de Turismo de Macau no Reino Unido: (+44) 2083348328 ou

- Embaixada da República Popular da China no Reino Unido: (+44) 2072998431 / (+44) 7551436721

 

O Gabinete de Gestão de Crises do Turismo

 



-- Fim --